Magnésio Dimalato – O que é, como tomar, e os seus benefícios para saúde

O magnésio é um mineral abundante no corpo, no planeta e até no universo (sendo o oitavo mais abundante na crosta terrestre e o nono mais abundane no universo conhecido) sendo um aliado importante no desenvolvimento celular do nosso organismo.

Atua diretamente na permeabilidade da célula, estabilizando sua parte elétrica e dando manutenção à sua membrana. É através do magnésio que a célula libera a entrada das substâncias essenciais e descarta as perigosas e desnecessárias.

Está naturalmente presente em muitos alimentos, como Aveia, Sementes, Leite e Banana, além de disponível como suplemento dietético, e também presente em alguns medicamentos (tais como antiácidos e laxantes). 

Foi descoberto em 1755 por Joseph Black, na cidade de Magnésia.

Deveríamos suprir nossas necessidades diárias de magnésio apenas através da alimentação, mas isso acaba não acontecendo devido ao pobre solo brasileiro (magnésio é abundante em terras próximas à vulcões) e também pelas técnicas de plantio capitalistas que visam apenas lucro.

Quem mais sofre com essa deficiência de magnésio são os idosos. (1)

Porque o Magnésio Dimalato é melhor?

O magnésio dimalato é a melhor forma de suplementar o mineral (porque é a mais biodisponível que existe), sendo essencial para muitos processos no organismo, já que o magnésio é um elemento químico essencial para o ser humano.

A maior parte do magnésio do organismo está nas células, músculos e ossos. Seus desempenhos na atividade das coenzimas (incluindo a síntese de proteínas) dependem da ATP, moeda celular responsável pela energia do corpo.

O transporte de energia através da ATP vem da respiração celular e da fotossíntese, liberando essa energia para consumo imediato, além do fortalecimento dos ossos e a melhora da saúde cardiovascular.

E é exatamente por isso que o Magnésio Dimalato é a melhor forma de se consumir o mineral.

Além de ser a forma mais biodisponível (ou seja, a que melhor é absorvida pelo corpo), ele também é 100% orgânico, já que é apenas o mineral junto do ácido málico, que também é um composto natural.

Para se ter ideia, se você consumir apenas o magnésio mineral ou o popular CLORETO DE MAGNÉSIO PA, seu corpo vai absorver apenas 4% da dosagem. O resto vai pro intestino, e por isso é comum o efeito laxativo quando a suplementação é feita desta forma.

Agora, se você consumir o magnésio no formato DIMALATO vai ter uma absorção aproximadamente 8x maior, já que ele é quelado junto a um composto orgânico e dessa forma seu organismo entende melhor e absorve mais.

O magnésio dimalato combina magnésio com ácido málico, um nutriente importante para o Ciclo de Krebs (a forma como o nosso corpo converte os alimentos em energia).

O que é o Ciclo de Krebs?

Também conhecido como Ciclo dos Ácidos Tricarboxílicos, o Ciclo de Krebs (ou TCA) são reações químicas que ocorrem na vida celular.

Ele leva esse nome porque a maior parte da energia (cerca de 2,5 ATPs) é transferida para elétrons energéticos que ficam disponíveis para o corpo imediatamente.

Executado na raiz da mitocôndria,  é parte do metabolismo aeróbico, portanto é comum que atletas de alto rendimento procurem suplementos de magnésio dimalato para melhorar a performance.

Benefícios do Magnésio Dimalato

O ácido málico é um composto orgânico presente em frutas (como a maçã) e até mesmo no vinho. Quando combinados, o magnésio e o ácido málico oferecem uma vasta gama de benefícios para a saúde.  Alguns dos principais benefícios do magnésio dimalato incluem:

– Síntese protéica melhorada;
– Ajuda na contração e relaxamento muscular;
– Auxilia no combate e prevenção de lesões musculares, câimbras e fadiga muscular;
– Fortalece o sistema imunológico;
– Auxilia no fortalecimento dos ossos e no combate a osteoporose;
– Melhora o desempenho físico;
– Auxilia no funcionamento cardiovascular e na prevenção de doenças cardiovasculares;
– Ajuda a diminuir a insônia;
– Auxilia na redução da pressão sanguínea;
– Estimula a regulação hormonal;
– Auxilia a reduzir os níveis de colesterol;
– Atua contra o envelhecimento precoce;
– Auxilia na prevenção do diabetes;
– Promove o bom funcionamento do cerebral;
– Ajuda a combater a depressão e o estresse;
– Auxilia na redução dos sintomas da TPM;
– Promove o bom funcionamento dos rins;
– Combate os radicais livres;
– Melhora a saúde intestinal;

Não podemos confundir o magnésio dimalato com malato de magnésio. Embora suas funções sejam as mesmas, o magnésio dimalato apresenta um íon extra de magnésio na composição,  o que aumenta sua absorção pelo organismo.

Qual o papel do Ácido Málico no Dimalato?

O ácido málico é um composto orgânico altamente quelante. Tem o poder de reduzir qualquer metal pesado que está se acumulando no organismo.

Essa redução reduz os riscos de danos no fígado e evita distúrbios cerebrais, como o Alzheimer.

Aliado ao mineral magnésio, vai atuar diretamente em dores crônicas e na fadiga. É ótimo para eliminar fraqueza e melhorar o desempenho e recuperação muscular após os exercícios.

Outros Benefícios atribuídos ao Magnésio Dimalato

Atuante na prevenção de diversas doenças, como Fibromialgia, o magnésio dimalato é importante no combate à fadiga e na prisão de ventre.

Ele também é importantíssimo na manutenção dos ossos (muito mais que o cálcio), músculos e nervos. Veja abaixo outros benefícios do Magnésio Dimalato:

Detox de Metais Pesados

Por ser altamente quelante, o magnésio dimalato é capaz de remover alumínio e outros metais tóxicos do organismo.

Tratamento de Fibromialgia

Por atuar diretamente na regeneração muscular, o magnésio dimalato é utilizado frequentemente no tratamento de fibromialgia, dando alívio às dores causadas pela doença.

Um estudo submeteu 24 pacientes à doses diárias de magnésio dimalato durante 6 meses. Foi medido dor e sensibilidade durante e após o período e a conclusão foi que a suplementação, além de totalmente segura, reduziu significativamente os sintomas avaliados. (2)

Suporte à Reações Enzimáticas

Como participa de aproximadamente 350 reações enzimáticas no corpo, ter níveis elevados de magnésio ajuda seu organismo a trabalhar melhor. Ele é cofator de enzimas do metabolismo glicídico, lipídico, de proteínas e ácidos nucléicos. (3, 4 e 5)

 Por ser o mais biodisponível, suplementar com magnésio dimalato é a melhor opção para manter esses níveis altos no corpo.

O que pode prejudicar sua absorção de Magnésio?

  • Suor excessivo;
  • Doença renal;
  • Diabetes;
  • Hipertireoidismo;
  • Colite ulcerativa;
  • Síndrome do intestino irritável;
  • Pancreatite;
  • Uso de diuréticos;
  • Consumo excessivo de refrigerante, álcool, chá e café;
  • Menstruação intensa;
  • Ingestão de sal em excesso.

Portanto, se você tem algum dos problemas acima, você com certeza tem deficiência de magnésio e deve suplementar o mineral para compensar.

Os atletas em geral (e principalmente os de alto nível) tendem a suplementar Magnésio Dimalato, já que tem perdas elevadas do mineral pela urina, suor e treinamentos intensos. (6)

A deficiência de magnésio pode causar tremores, espasmos, danos cardíacos, mudanças de personalidade e humor, anorexia, náuseas e vômitos.

Magnésio Dimalato realmente funciona?

Já vimos até aqui que, com tantos benefícios, o Magnésio Dimalato é importante para a imunidade do corpo, já que fortalece e dá energia pro organismo.

Falta de magnésio, zinco, cobre e vitamina A levam o corpo a um estado de imunosupressão, o que favorece o aparecimento de infecções e doenças oportunistas.

A produção de radicais livres é aumentada quando existe deficiência de magnésio. Isso vai dificultar a contração muscular e aumentar o risco de lesões em todos os músculos do corpo, entre eles o coração.

Por isso, o magnésio dimalato é importante para o controle de doenças cardiovasculares.

Pessoas hipertensas e diabéticas costumam utilizar magnésio para redução de pressão sanguínea, pois ele atua no metabolismo da glicose e na secreção da insulina.

Qual a dose diária de Magnésio Dimalato?

Como o magnésio é um íon predominantemente intracelular, somente uma pequena parte está presente na corrente sanguínea.

Sendo assim, níveis séricos normais de magnésio não representam os níveis totais de magnésio no corpo.

A dose diária recomendada de Magnésio é de 260mg para mulheres e 350mg para homens.

Como devo tomar o Magnésio Dimalato?

Apesar de não ter contra indicações conhecidas, é importante que o consumo desta substância seja sob orientação médica ou do nutricionista, principalmente gestantes e nutrizes.

Não é recomendado para o uso pediátrico ou para pessoas hipersensíveis ao magnésio ou ácido málico.

Se você vai suplementar, recomenda-se tomar de 260 a 350mg diariamente, via cápsulas. Se for tentar fazer a suplementação via alimentação, veja abaixo quais são os alimentos mais ricos em magnésio.

Dê preferência a suplementos que tenham cápsula vegana, pois ela tem uma absorção mais lenta e com isso, vai dar mais tempo pro seu organismo absorver o máximo de produto possível.

Alimentos ricos em magnésio

Os alimentos ricos em magnésio normalmente também são ricos em fibras, sendo os principais os grãos integrais, os legumes e os vegetais. Veja a lista completa:

  • Leguminosas, como feijão e lentilha;
  • Grãos integrais, como aveia, trigo integral e arroz integral;
  • Frutas, como o abacate, banana e kiwi;
  • Vegetais, especialmente brócolis, abóbora e folhas verdes, como couve e espinafre;
  • Sementes, especialmente as de abóbora e de girassol;
  • Oleaginosas, como amêndoas, avelã, castanha-do-pará, castanha-de-caju, amendoim;
  • Leite, iogurte e outros derivados;
  • Outros: café, carnes e chocolate.

Qual o melhor horário para suplementar?

O magnésio dimalato deve ser consumido preferencialmente antes das principais refeições, ingerido com água, duas (02) cápsulas ao dia.

Algumas pessoas observam um relaxamento após a suplementação. Para essas pessoas, é recomendado o uso antes de dormir, assim o magnésio dimalato vai auxiliar na insônia e cansaço.

Outros organismos já sentem o efeito energético de imediato. Para essas pessoas, o ideal é consumir o magnésio dimalato logo pela manhã aproveitar esse gás extra nas tarefas do dia a dia.

Na suplementação de Magnésio Dimalato, você terá todos os benefícios essenciais que o Magnésio oferece ao organismo, aliado às benfeitorias do consumo do Ácido Málico.

Veja como seu corpo reage e ajuste horários e dosagens para o melhor aproveitamento da sua suplementação.

Referências Bibliográficas sobre o Magnésio

1. FISBERG, Regina Mara et al. Ingestão inadequada de nutrientes na população de idosos do Brasil: Inquérito Nacional de Alimentação 2008-2009. Rev. Saúde Pública. São Paulo, vol. 47, suppl. 1, pp. 222-230. Fevereiro de 2013.

2. Russell IJ, et al. Treatment of fibromyalgia syndrome with Super Malic: a randomized, double blind, placebo controlled, crossover pilot study. Journal of Rheumatology. PubMed.gov. Vol. 22, n. 5, pp. 953-958. Maio de 1995.

3. Institute of Medicine (IOM). Food and Nutrition Board. Dietary Reference Intakes: Calcium, Phosphorus, Magnesium, Vitamin D and Fluoride.Washington, DC: National Academy Press, 1997.

4. Rude RK. Magnesium. In: Coates PM, Betz JM, Blackman MR, Cragg GM, Levine M, Moss J, White JD, eds. Encyclopedia of Dietary Supplements. 2nd ed. New York, NY: Informa Healthcare; 2010:527-37.

5. Rude RK. Magnesium. In: Ross AC, Caballero B, Cousins RJ, Tucker KL, Ziegler TR, eds. Modern Nutrition in Health and Disease. 11th ed. Baltimore, Mass: Lippincott Williams & Wilkins; 2012:159-75.

6. AMORIM, A. G. TIRAPEGUI, J. Aspectos atuais da relação entre exercício físico, estresse oxidativo e magnésio. Rev. Nutr. Campinas, vol. 21, n. 5, pp. 563-575. Setembro/Outubro de 2008.

1 comentário em “Magnésio Dimalato – O que é, como tomar, e os seus benefícios para saúde”

  1. Tirei muitas dúvidas agora, agora vou tomar Dimalato com mais confiança e sabendo dos Benefícios que ele trás à nossa Saúde!!!
    Obrigado por esses esclarecimentos…

    Responder

Responder a Marcelo Cancelar resposta