Imposto de Renda 2022: não perca o prazo da declaração

Já está em dia com a Receita Federal? Respeitar o prazo da declaração anual de imposto de renda (IR) é fundamental para não ter problemas com o governo federal.

Se em 2021 você teve dificuldades para cumprir o prazo ou caiu na malha fina da Receita Federal, esse artigo é para você. Aqui, vamos citar os principais pontos sobre a declaração de imposto de renda de 2022.

 Explicaremos tudo que você precisa entender para declarar os seus impostos corretamente e realizar as ações necessárias para ter vantagens com a Receita Federal.

Como por exemplo, fazer a portabilidade de previdência privada para um plano que lhe permita apresentar um modelo de declaração que condiz com os seus rendimentos e possa te fazer, inclusive, pagar menos impostos no próximo ano.

Como é feita a cobrança do imposto de renda?

O imposto de renda é um tributo federal que incide sobre a renda dos brasileiros. Ele é cobrado anualmente por meio da declaração de IR.

Todo ano, os contribuintes precisam listar os seus ganhos na declaração. Dessa forma, a Receita Federal consegue controlar o crescimento patrimonial dos cidadãos brasileiros.

A declaração de imposto de renda serve para avaliar se os impostos pagos pelo contribuinte condizem com a sua renda.

Dessa forma, caso o contribuinte tenha pago mais impostos do que deveria, a Receita Federal tem a obrigação de ressarci-lo.

O mesmo acontece no inverso, quando a Receita Federal emite boletos de arrecadação (DARF) para que o contribuinte arque com os impostos que não lhe foram cobrados no ano anterior.

Qual é o prazo para a entrega da declaração de imposto de renda de 2022?

A Receita Federal costuma divulgar o período de entrega da declaração de imposto de renda até o fim de janeiro do ano vigente. Dessa forma, o prazo para a entrega da declaração de IR em 2022 deve ser conhecido apenas no próximo ano.

Geralmente, o período de entrega da declaração de imposto de renda é entre 1° de março e 30 de abril.

Porém, com a pandemia de coronavírus a Receita Federal tem esticado o prazo até o final do mês de junho para facilitar o envio dos contribuintes em um momento tão conturbado.

No mínimo, o contribuinte brasileiro terá cerca de 60 dias para preparar e entregar a declaração de imposto de renda. Tempo suficiente para organizar todos os documentos necessários e cumprir o prazo.

Quem é obrigado a entregar a declaração de imposto de renda em 2022?

A maioria dos brasileiros tem a obrigação de entregar a declaração do imposto de renda no próximo ano. Entre eles, podemos citar os seguintes grupos:

  • Contribuintes que obtiveram uma renda tributável anual superior a R$ 28.559,70
  • Contribuintes com rendimentos não tributáveis acima de R$ 40 mil
  • Quem possui acesso à alienação de bens, bolsa de valores e similares
  • Contribuintes que venderam um imóvel
  • Contribuintes que receberam um valor superior a R$ 300 mil na contabilidade de seus bens
  • Trabalhadores rurais com renda anual superior a R$ 142.798,50.

É importante frisar que pessoas que possuam alguma doença grave que esteja listada na Previdência Social como AIDS, câncer, mal de Parkinson, entre outras, podem pedir a isenção de declaração do imposto de renda, mesmo que cumpra alguns dos requisitos que tornam o envio obrigatório.

Por que é importante respeitar os prazos de entrega da declaração de imposto de renda?

É muito importante que o contribuinte respeite os prazos de entrega da declaração do imposto de renda.

O envio da declaração com atraso gera multa, que possui um valor mínimo de R$ 165,74 e pode chegar a até 20% do imposto devido, de acordo com o tempo de atraso na entrega da declaração.

O envio da declaração no prazo estipulado pela Receita Federal também facilita o envio de uma declaração retificadora, caso haja necessidade.

Muitas pessoas acabam cometendo erros na hora de enviar a declaração e com isso precisam fazer correções para não cair na “malha fina” da Receita Federal.

E quando o contribuinte envia a 1° versão da declaração de IR dentro do prazo, ele consegue mandar uma declaração retificadora após o término do prazo com mais facilidade, sem sofrer nenhum tipo de multa ou penalidade.

Outra vantagem de entregar a declaração no prazo é a possibilidade de receber a restituição do imposto de renda mais rápido.

A restituição de IR é o pagamento da Receita Federal aos contribuintes que pagaram mais impostos do que deveriam no ano anterior.

Com isso, caso você esteja na lista de restituição, você pode antecipar o recebimento dos valores enviando a declaração de IR dentro do prazo.

Ao receber a restituição mais cedo, você terá um valor a mais para ajudar no seu orçamento na parte final do ano. Como vimos no texto, a declaração de imposto de renda é obrigatória para a grande maioria das pessoas e deve ter seus prazos e regras respeitados.

O envio da declaração no prazo é a melhor forma de ficar em dia e evitar problemas com a Receita Federal. Então, já se prepare e comece a organizar os documentos para a declaração de 2022.

Deixe um comentário