Google Acadêmico – Como acessar e pesquisar

O Google mudou a forma de pesquisar, tornando-se uma gigante nas buscas em todo o mundo. Mas o que muita gente não sabe é que ele tem uma plataforma totalmente voltada para trabalhos científicos, chamada de Google Acadêmico.

Essa ferramenta incrível (também conhecida como Google Scholar) mudou a forma de pesquisar referências e citações científicas. Quer aprender como usar o Google Acadêmico? Fica com a gente até o final deste artigo!

Como era antes do Google Acadêmico?

Antes do Google existir, o comum era ver estudantes e universitários em bibliotecas, procurando por horas e horas por conteúdo relevante para suas pesquisas escolares, de faculdade ou qualquer outro tipo de graduação.

Era um trabalho demorado, pois para reunir artigos e dissertações para elaborar teses científicas exigia muita paciência e determinação dos estudantes.

Mas a internet chegou e com isso, tudo ficou mais fácil. Muitas vezes era só dar um Google sobre determinado assunto e você já tinha uma boa base de referência entre os milhares de resultados oferecidos pelo buscador.

Mas, como saber se as fontes que apareciam era confiáveis ou relevantes para a sua pesquisa? Digo isso porque nem mesmo a Wikipédia é uma fonte totalmente segura, já que qualquer um pode editar um artigo lá.

Por isso foi criado o Google Acadêmico. Ele mudou a forma de pesquisar referências e citações para trabalhos científicos. Agora, além de aprender pesquisar, você também vai aprender como usar essa ferramenta incrível!

O que é o Google Acadêmico?

O Google Acadêmico ou Google Scholar é um serviço do Google voltado especialmente para estudantes, pesquisadores, universitários e cientistas. É um site de referência para pesquisas de artigos e trabalhos científicos.

No Google Acadêmico, os algorítmos do Google indexam conteúdos da Scielo, Wiley, Altametric além de todo material disponível no Google Livros.

E o mais legal é que o Google Acadêmico permite que os usuários adicionem suas próprias produções científicas. Você já escreveu um artigo científico?

Como acesso o Google Scholar?

Se você sabe usar o Google, já sabe como usar o Google Acadêmico, já que eles são bem similares. A diferença é que os resultados de pesquisa vão apresentar respostas baseadas em quantidade de citações, renome da pesquisa ou até mesmo o local onde o artigo foi publicado.

Para ajudar nesse contexto de indexação, muitos artigos tem o Código DOI (Digital Object Identifier), que é um campo de registro criado pela Plataforma Latter. Desde sua criação, ele tomou conta do meio acadêmico e vem sendo utilizado como facilitador na localização de publicações online, artigos, revistas, livros e anais de eventos.

Você também pode pesquisar artigos por data, idioma ou período específico. Você pode até criar um alerta de novas publicações para determinado assunto. Assim, quando elas forem indexadas à base de dados do Google Acadêmico, você receberá um alerta em sua conta do Gmail.

Conhecendo melhor o Google Acadêmico

Veja abaixo 4 funcionalidades especiais que todo pesquisador precisa conhecer para utilizar o Google Scholar:

Função Minha Biblioteca

Você pode se logar na ferramenta e criar bibliotecas próprias para filtrar apenas conteúdo do seu interesse. Assim, você consegue salvar materiais para ler depois. Basta clicar no ícone de estrela que fica embaixo do artigo.

Depois, quando quiser rever esse material, basta clicar no menu superior esquerdo (aqueles 3 pontinhos) e acessar a sua biblioteca. Simples né?

Função Minhas Citações

No Google Acadêmico você pode citar os formatos de maneiras diferentes. Elas funcionam em três formatos distintos:

  • Normas ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas)
  • Normas MLA (Modern Language Association)
  • Normas APA (American Psychological Association)

Para fazer isso, basta clicar no ícone de ASPAS que fica abaixo de cada artigo e já será disponibilizado as referências bibliográficas daquele material. Isso também ajuda a ver quantas vezes seu trabalho foi referenciado.

Função Citações Específicas

Se você já tem uma citação e só precisa confirmar a autoria daquele artigo, pode realizar a pesquisa colocando a citação diretamente na barra de pesquisas, colocando o trecho entre aspas.

Dessa forma (como já funciona no Google normal), o buscador entenderá que precisa procurar pela citação exata e vai retornar qualquer documento que contenha aquele trecho exato.

É uma forma simples de refinar a sua busca!

Encontre materiais ainda mais específicos

Muitas pessoas não conhecem o Google e sua infinidade de recursos de pesquisa. Não é somente colocar entre aspas. Existes diversas funções de pesquisa que pode ser úteis na hora de encontrar um conteúdo específico e no Google Acadêmico não é diferente.

Se você busca uma pesquisa que foi publicada por uma Universidade, por exemplo, basta digitar na barra de pesquisas “site:sitedauniversidade.com.br + palavra chave que está procurando”.

Dessa forma, o sistema do Google Acadêmico vai pesquisar dentro da universidade e te retornar todos os arquivos que fazem sentido com a temática da sua pesquisa. Sensacional, não é mesmo?

Utilizando a Busca Avançada do Google Scholar

Você pode refinar ainda mais suas pesquisas, utilizando a função “busca avançada” do Google Acadêmico. Nela você terá diversas opções de pesquisa, tais como:

  • Pesquisa por frase exata
  • Pesquisa por autor
  • Pesquisa por local da publicação
  • Pesquisa por data de publicação
  • Pesquisa por mínimo de palavras
  • Pesquisa por exclusão de palavras
  • Pesquisa por todas as palavras pesquisadas

Dessa forma, sua pesquisa pode ficar muito mais rápida e assertiva. Você também pode filtrar os resultados à partir dos índices do Google Scholar.

O Google Acadêmico tem uma métrica própria para isso, chamada de H5 e nela você pode pesquisar artigos em língua portuguesa, inglesa e espanhola. O índice H5 é o maior indexador de artigos dos últimos anos.

Porque devo usar o Google Acadêmico?

Acredito que não ficou dúvidas sobre a facilidade de uso do Google Scholar, não é mesmo? Mas, se ainda precisa de algum incentivo para utilizar essa ferramenta fantástica, veja abaixo mais algumas características incríveis desse importante buscados de conteúdo acadêmico:

O Google Scholar é gratuito!

Não se paga nada para utilizar o Google Acadêmico. E isso é para quem pesquisa e para quem deseja indexar publicações. É tudo free!

Acervo Gigante

Você vai ter acesso a diversos artigos, teses, dissertações e resumos científicos, além de milhares de livros, revistas e periódicos de qualidade.

Fonte Totalmente Confiável

Como o acervo é alimentado por livros e revistas científicas, uma pesquisa no Google Scholar é muito mais confiável do que no Google comum. E como os textos tem referências e citações, fica fácil você verificar a credibilidade de sua pesquisa.

Buscas Refinadas e Espaço de Publicação

No início do artigo, mostramos passo a passo todas as diversas formas de refinar uma busca, para que você encontre somente informações valiosas e fidedignas sobre sua pesquisa.

Mas você também pode indexar seus próprios trabalhos acadêmicos. Isso é muito legal e ajuda a dar visibilidade e credibilidade aos seus projetos científicos. Deixe que a comunidade faça citações sobre seu material.

Acessar com a Extensão do Chrome

O Google Chrome tem uma extensão que facilita sua vida na hora de transferir seus conteúdos e formatá-los nas normas da ABNT. Para isso, basta instalar a extensão aqui.

Veja abaixo como você deve registrar seu trabalho científico:

Registre um trabalho publicado no Google Acadêmico

Primeiro, você deve criar seu perfil no site do Google Scholar. Crie uma conta e depois acesse a opção Meu Perfil.

Deixe seu perfil público e coloque o máximo de informações que puder, como e-mail, foto e áreas de interesse. Feito isso, você já pode adicionar seus trabalhos científicos.

Para adicionar documentos manualmente, basta clicar no ícone “adicionar artigo” e preencher os detalhes como título, autor, editora, instituição e data de publicação. Se você corrigiu tudo corretamente, basta clicar em “Salvar”.

Você pode seguir o seu próprio perfil no Google Scholar. Assim, sempre que você receber uma citação ou adicionar um novo artigo, uma notificação será enviada ao seu email.

Além de ser ótimo para fazer networking, é uma forma fantástica de acompanhar seus projetos e verificar citações e atualizações.

Se alguém citar seu conteúdo em outro projeto, você vai saber na hora e já pode estreitar um relacionamento e conversar com outros profissionais e estudantes sobre o tema da pesquisa.

Como pesquisar utilizando o Google Scholar?

Digamos que você esteja procurando por magnésio dimalato. Se você for na Wikipédia, vai encontrar apenas 1 artigo falando sobre esse tipo de mineral.

Se a pesquisa for feita no Google Acadêmico, você vai encontrar aproximadamente 69 resultados sobre esse tipo específico de magnésio, com artigos desde 2018 até 2021, classificados por relevância, idiomas, patente e citações.

É um acervo infinitamente maior e mais confiável.

Isso porque estão reunidos ali, diversos estudos científicos sobre o tema, catalogados pelos algorítimos do Google de diversas fontes confiáveis, como Scielo, Periódicos de Capes, Bibliotecas de Teses e Dissertações da USP, Repositorio Digital LUME da UFRGS, etc.

Esperamos que tenha gostado de nosso conteúdo! Até a próxima.

Deixe um comentário